Foto: Gustavo Amorim/Torcida Jundiaí

Para amenizar o duro golpe sofrido com o anúncio da saída do Divino do projeto de basquete feminino da cidade, as jogadoras do Time Jundiaí recorrem ao que mais gostam de fazer: jogar basquete.

“O anúncio da saída do time mexeu conosco, é uma notícia ruim, pois é o nosso trabalho que talvez seja encerrado. Mas quando entramos na quadra pra treinar e se preparar pra algum jogo, é a nossa válvula pra parar de pensar um pouco no que está acontecendo fora da quadra”, conta a ala Susan, que nesta quarta-feira estará em quadra defendendo a equipe jundiaiense diante do Bradesco/Osasco, na semifinal do Campeonato Paulista da Primeira Divisão. O jogo acontece às 19h30, no Bolão – na preliminar, às 17h30, o Santos/Fupes encara o Poty/Bax Catanduva.

Na quinta-feira, os perdedores fazem o duelo pelo terceiro lugar às 17h30, enquanto os vencedores disputam a grande final às 19h30, também no Bolão.

Na fase de classificação, Jundiaí venceu o Bradesco/Osasco nas duas vezes que os times se enfrentaram – 50 a 45 no dia 19 de abril, em Osasco, e 112 a 63 em 6 de junho, em Jundiaí.

Apesar da vantagem no confronto, Susan não espera vida fácil nesta quarta. “A equipe de Osasco também tem um elenco muito bom e jogos contra elas sempre são muito bons e corridos”, disse.

Para tentar aumentar o público no Bolão nesses jogos decisivos, Susan encabeçou a criação de uma página e de um evento no Facebook.

“A ideia é chamar a torcida, ter bastante público no ginásio e, quem sabe, atraírmos patrocínio para o time”, comenta ela, que nasceu em Cristalina-GO e há quatro anos defende Jundiaí. “Espero que o time continue, pois sou extremamente feliz aqui”.