Foto: Eduardo Gushiken

“É um fardo muito pesado e este ano não está legal. Psicologicamente pela falta de patrocínio estou abalado desde o começo do ano”. A frase ao lado é do piloto jundiaiense de mountain bike Rafael Augusto, o Amarelinho e reflete a vida dura e a falta de apoio que o esportista vive no Brasil.

Em Jundiaí não é diferente e Amarelinho busca reunir forças para disputar neste final de semana o Campeonato Brasileiro de Downhill em Simão Pereira-MG.

“Vou para o Brasileiro com muita dificuldade, quase sem verba. Uma empresa (Crie Decore Decoração de Interiores)vai pagar minha inscrição e minha mãe vai colaborar na gasolina. Tenho como ir, mas não sei como voltarei”, explica Amarelinho, que espera muita dificuldade também dentro da pista.

“O Brasileiro é etapa única e onde se reúne os melhores atletas do Brasil de todas as competições. Na minha categoria, já tem mais de 80 inscritos e vai ser pauleira. Era para ter ido na segunda-feira e ter treinado, mas não consegui por falta de verba e estou desmotivado. Não consegui treinar, mas vou buscar me superar”, afirma ele que agradece o seu patrocinador MGA do BRASIL / AGNES.T e Cesar Morais, de Arcos-MG, que colaborou com o atleta no Brasileiro.

O piloto segue atrás de patrocínio. “Já chorei muito por conta destas dificuldades. Estou correndo atrás de patrocínio, mas não estou conseguindo. Isso me desmotiva. Quero reverter isso e reunir força para me dar bem no Brasileiro. Tenho que estar cabeça no lugar porque a corrida no Peru está chegando e não quero me machucar. Vou buscar um bom resultado em Minas”, completa.

Em setembro, ele vai representar o Brasil no Downhill Internacional do Perú 2017.

Resultados
No começo do mês, o piloto jundiaiense subiu ao lugar mais alto do pódio na 2° Etapa da Liga de Ciclismo Independente ( LCI ) 2017 disputada na trilha da Pedreira no Santa Gertrudes, em Jundiaí. Na competição, Amarelinho mantém os 100% de aproveitamento e lidera na categoria Sub-30, já que foi primeiro colocado também na primeira etapa disputada no Bike Park Anhanguera, em Perus. A Liga de Ciclismo Independente ( LCI ) tem cinco etapas e a próxima ocorre em Várzea Paulista, no Jardim Promeca.

Ele é o atual campeão da Copa do Brasil de Downhill, que já teve duas etapas disputadas. Amarelinho ficou a sexta posição na segunda etapa da competição, disputada em São Vicente, no Morro da Asa Delta. Na primeira etapa disputada em Teresópolis, ele subiu ao pódio e ficou na quarta colocação. A competição é promovida pela Confederação Brasileira de Mountain Bike e tem cinco etapas.