Na condição de campeão do futebol de Jundiaí, não tendo comparecido na estreia, na semana passada, e tendo perdido administrativamente por 3 a 0, o Vila Marlene teria que estrear contra seu ex-técnico e contra metade dos jogadores que lhe deram o título de campeão do ano passado, combustível extra para o time aparecer para pegar a Ponte Preta, no Ovídio Bueno. E perder…

É o lanterna da competição, depois de 2 jogos e 2 derrotas, nenhum gol marcado e 5 tomados. As notícias durante a semana não eram otimistas, e davam conta de que talvez o time abrisse mão de jogar este ano por razões internas, mas, aí, pela chance de “vingança” com uma vitória contra aqueles que deixaram o time, foi a campo.

Mas a derrota só serviu para botar mais gelo na fervura, e ninguém tem mais certeza de nada, é aguardar.

No campeonato, a grata surpresa é o Cruzeiro da Vila Maringá, com 100% de aproveitamento em 3 jogos.

Mas há times que jogaram apenas dois jogos e o Resenha jogou uma única vez.

Já dá para ter uma ideia de quem vai para as cabeças, basta olhar a classificação.

Continuo apostando em Ponte Preta e Estrela da Ponte.

Resultados – Rodada 3:

Unidos Tulipas 1×1 União Sorocabana
Palmeiras 0x1 Estrela da Ponte
Fundão 0x0 Jamaica
Vila Marlene 0x2 Ponte Preta
Tijuco 0x1 Águia Negra
Cruzeiro Morada 1×2 14 de Dezembro
Fut Rap 0x0 GR2
Cruzeiro Maringá 1×0 Real 12


JOSÉ REGINALDO MATIAS DE SOUZA é economista e presidente do Clube Atlético Aliança. Durante cinco anos, manteve a coluna ‘Papo de Várzea’ no extinto jornal Bom Dia.