Atletismo de Jundiaí inicia novo ciclo

Atletismo

Atletismo de Jundiaí inicia novo ciclo

Jundiaí tem como missão esportiva revelar atletas para todas as modalidades. E é apostando nas categorias de base que o atletismo começa uma nova fase. Com uma maioria de novos atletas, a modalidade deu adeus aos atletas que conquistaram grandes resultados nos últimos anos, incluindo o tetracampeonato masculino e tricampeonato feminino dos Jogos Regionais.

Robson Mian é o técnico responsável por fazer Jundiaí continuar evoluindo nesse esporte. Com a renovação de atletas, vem também a evolução nos treinamentos. Robson participa de cursos do COB – Comitê Olímpico Brasileiro -, que vão até novembro deste ano. “Desde que comecei a participar, venho conhecendo muitas técnicas novas e estou implementando no treinamento. Por ser início de temporada eu ainda não consigo afirmar que dará certo, mas pelo que observo os atletas estão evoluindo”, diz.

Ele ressalta a importância de não ficar parado. “Tudo o que eu vi no curso foi novidade para mim. É importante evoluir e se reinventar com os melhores do esporte nacional”.

Com tantas mudanças, o treinador não acredita que a cidade chegará para ganhar títulos nesta temporada, mas desde o primeiro dia de treinamentos as metas são bem claras. “Essa geração que estamos treinando, em sua grande maioria, vai chegar para conquistar títulos em dois anos. Estamos formando os atletas. Por isso o nosso objetivo é fazer com que eles consigam melhorar as marcas a cada competição durante esse processo e quem sabe beliscar uma vaga nos Jogos Abertos”.

Robson Mian conversa com Ronaldo Pereira: equipe renovada para esta temporada.

Velocidade

Apesar da pouca idade e ainda ter muito caminho pela frente, Ronaldo Aparecido Pereira é um dos atletas mais experientes dessa equipe. Corredor, ele tem a melhor marca da região nos 100 metros rasos. Cumpriu a prova em 10s97. É o segundo jundiaiense a conquistar essa marca.

O atleta compete por Jundiaí desde 2015 e nesse ano pretende alcançar bons resultados. “Vou entrar nas competições para ganhar medalhas, tanto nos Regionais, quanto no Brasileiro. Também tenho metas de conseguir vaga para os Jogos Abertos e abaixar cada vez mais o meu tempo nas provas”, conta.

 


Comente
Subir
X