Na neve, jundiaiense dá show

Peama

Na neve, jundiaiense dá show

Que Jundiaí tinha destaque nas quadras, pistas e nos campos a gente já sabia. Mas agora a cidade ganhou destaque na neve.

Isto por causa do atleta do PEAMA (Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas, da Prefeitura de Jundiaí), Thomaz Moraes, de apenas 15 anos. Ele  conseguiu índice para a disputa da próxima Paralimpíada de Inverno, na modalidade Para Cross Country, que vai acontecer na Coréia do Sul, em 2018. Essa pode ser a primeira participação de um para-atleta de Jundiaí na competição.

thomaz_neve
A marca foi conquistada no começo deste ano na primeira etapa da Copa do Mundo de Para Cross Country na Neve, na cidade ucraniana de Lviv. Thomaz participou das provas de Distance com 7,5 km e 20 km e de Sprint com 1,5 km, na qual atingiu a pontuação de 118,3, o que lhe garantiu a vaga.

O que mais impressiona é o fato de como Thomaz cresceu na modalidade, isso porque 2016 foi o primeiro ano dele nesse novo esporte. No treinamento de Roller Ski, uma vivência que dá base para competir na neve, ele foi um grande destaque.

“Para mim foi uma mudança muito grande, afinal nunca tinha participado de esportes na neve. Mas vicia e depois que pratiquei a primeira vez, não quis mais parar. Além do fato de eu ser novo e é sempre bom abrir mais portas”.

“O Thomaz sempre teve um físico muito bom e isso chamou atenção na clínica promovida pela Confederação Brasileira de Desportos da Neve. Isso fez com que ele fosse um dos 10 selecionados para  desenvolver os treinamentos na neve e conseguisse esse alto índice técnico nas competições”, afirma César Munir, diretor do Peama.

thomaz_neve2

O para-atleta já competiu em países como Argentina, Noruega, Suécia, Ucrânia e agora Áustria. Foi na Ucrânia que ele conquistou o índice após disputar provas de Distance de 1,5km, 7,5 km e 20 km. Com isso, Thomaz realizou dois sonhos. Um deles, mais simples do que qualquer um imagina: “Para mim sempre foi um sonho ver a neve. Agora eu ainda pude competir e conseguir vaga para disputar uma Paralimpíada, que era outro sonho. Eu não esperava que isso tudo fosse acontecer e agora estou muito ansioso”, conta.

Antes de participar de esportes na neve, ele competiu no atletismo e natação, inclusive ganhou medalhas. O quadro não é pequeno. Pela natação, em Jogos Regionais, ele ganhou três medalhas de bronze. Pelo atletismo, já ganhou de bronze, prata e ouro. Além disso, tiveram as três medalhas de prata nas Paralimpíadas Escolares.

Thomaz continua sendo atleta do Peama. Entrou para o programa há cerca de seis anos. Com uma amputação no braço direito, o atleta afirma que quer continuar no programa que tem parceria com a Prefeitura de Jundiaí, além de resumir o esporte como sua vida: “Para mim o esporte é, além de tudo, uma forma de inclusão social e uma questão de saúde”.


Comente
Subir