O resultado pode não ter sido dos melhores, mas o desempenho do piloto jundiaiense Guilherme Salas foi de encher os olhos, neste domingo, na disputa da sétima etapa da Stock Car, no circuito Velo Cittá, em Mogi Guaçu.

Por ter finalizado a segunda bateria em 12º lugar, Salas somou três pontos. Ele agora acumula 49, aparecendo em 21º na classificação geral do campeonato.

Guilherme Salas saiu da 17ª posição na primeira bateria e, logo na largada, ganhou sete posições.

O jundiaiense seguiu ganhando posições e, na 15ª volta, era o segundo colocado, atrás apenas de Rubens Barrichello. A parada nos boxes, três voltas depois, não foi boa para Salas e ele precisou abandonar a prova.

Na segunda bateria, Salas largou ainda mais atrás, em 25º lugar.

Logo na largada, Denis Navarro, Bia Figueiredo e Rubens Barrichello se envolveram em um acidente. Pouco depois, foi a vez de Galid Osman e Sérgio Jimenez se tocarem. Os acidentes ajudaram Guilherme Salas, que saltou para o 16º lugar.

Quando os pilotos começaram a parar nos boxes, já na 14º volta, Guilherme Salas estava em sexto lugar. O jundiaiense parou na 16ª volta, retornando à pista em 13º. Nas últimas voltas, ele ainda ganhou uma posição ao ultrapassar Tuka Rocha, fechando a bateria na 12ª posição.

A Stock Car agora tem uma pausa de um mês. A próxima prova será no dia 10 de setembro, em Londrina.