"Meu sonho é ser jogador de futebol e atuar pelo Palmeiras", diz. Foto: Gustavo Amorim

Segunda-feira é dia de treinar salão e passar pela psicóloga. Terça a atividade novamente é na quadra, mas agora no Juventus em Jundiaí. Quarta dia de mais treino no Palmeiras. Na quinta é hora de mudar para o campo e treinar no Verdão. Na sexta-feira, tem treino funcional em Jundiaí. Final de semana é dia de mais treino e jogos no sábado e domingo. Sem folga.

A rotina não é de um atleta de alto rendimento e sim de um garoto de nove anos. Yago Tonetti Bodo pinta com uma revelação do futsal jundiaiense. Seus gols chamaram atenção do Palmeiras e há dois anos ele defende o Verdão, seu time de coração, nas quadras. Agora, ele se prepara, mesmo com nove anos, para disputar o Estadual Sub-11 pelo Paulista. Por conta de sua qualidade e faro de gols, vai jogar pelo Galinho mesmo com garotos mais velhos.

A bola é companheira de Yago quase que 24h por dia. Foto: Gustavo Amorim

Fora de campo, ele leva vida de boleiro. Yago é todo estiloso, com corte de cabelo próprio e tem rede social, canal que usa para falar com alguns fãs. A bola é sua companheira quase que o dia inteiro. Só a abandona para dormir.

Além do Palmeiras no futsal e Paulista – clube que vai defender a partir do Estadual Sub-11 – , ele joga pelo Juventus e Celtics na Liga Juventude de futsal. Ambidestro, ele tem seis gols em uma partida disputada pelo Juventus e 16 tentos pelo Celtics em seis partidas. Pelo Palmeiras no Metropolitano tem 5 gols, em quatro partidas disputadas.

“Meu sonho é ser jogador de futebol e atuar pelo Palmeiras. Gosto mais do campo, porque dá para driblar mais”, disse Yago.

No salão, ele se destaca pelo Palmeiras e já treina no campo, Foto: Gustavo Amorim

A vida dele é futebol e como é uma criança, a família se preocupa com a rotina atribulada. Os pais Tiago e Mayra, moradores do Eloy Chaves, acompanham de perto. Pai, além de motorista do filho, também monitora a rede social dele ao lado da esposa, que edita os vídeos do filho. As viagens para São Paulo são possíveis por causa do patrocínio do Paulista Soccer Center.

“Nossa vida mudou e é voltada para os treinos e jogos dele. Não viajamos para passear há três anos por causa dele. Durante a semana, saio do trabalho e levo ele para os treinos em São Paulo e aqui em Jundiaí. Mas não forçamos nada. Ele que pede e sempre estamos perguntando se ele não quer parar e se está feliz”, afirmou Tiago, que é encarregado de produção e  fez categoria de base pelo Guarani e agora vê o filho trilhar o caminho rumo ao sonho de jogar profissionalmente. “Não tive o apoio que ele tem agora meu e da minha esposa. Estamos batalhando pelo sonho dele. ”

Ele vai defender o Paulista no Estadual Sub-11. Foto: Gustavo Amorim

Mayra afirmou que  a preocupação deles é total com o filho. “Ele é uma criança e a prioridade é o estudo. Mas não tem como, quando ele tira um tempo para brincar, ele só pensa em jogar futebol.  Enquanto ele quiser jogar bola, vamos seguir apoiando. A vida dele é essa, mas estou sempre perguntando se ele não quer parar. Se ele quiser um dia parar, vamos apoiar também”, afirmou ela, que ainda tem mais uma filha e também jogou futsal por Jundiaí.

Yago chamou a atenção do Palmeiras quando atuava pela escolinha do Paulista no Sub-8. Em 2015 passou por um período de adaptação no Palmeiras e foi artilheiro e campeão do Campeonato Sub8 Metropolitano, quando marcou 17 gols. “Ele não gosta de perder e não aceita derrota. Estamos sempre passando para ele que a vida também é feita de derrotas”, conta Tiago.

Personalidade de Yago chama a atenção. Foto: Gustavo Amorim