Nesta quarta-feira, o técnico Vagner Mancini recuou e pediu desculpas ao Corinthians, aos torcedores do clube e ao jornalista Felipe Garraffa. Após a vitória do time baiano sobre o Corinthians no último sábado, o treinador discutiu com o jornalista em entrevista coletiva e depois teve vazada uma mensagem de áudio enviada a amigos no WhatsApp. Na mensagem, ele exalta a resposta ríspida ao repórter e também como era bom vencer o Corinthians.

Em nota divulgada, Mancini afirma ter ligado para o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, e para o próprio repórter para se desculpar pelo ocorrido.

Confira a nota na íntegra:

Diante da repercussão causada pela publicação de um áudio, gostaria de pedir desculpas publicamente.

A todos da torcida do Corinthians, saibam que meu sentimento sempre foi e será de máximo respeito. Por isso, liguei para o presidente do clube, Roberto de Andrade. Esclareci o fato e pedi desculpas se ofendi a instituição e a torcida. Em momento algum quis insultar o Corinthians e seus torcedores.

A partida de sábado foi histórica para mim e para o Vitória, pela campanha invicta e pela grandeza do Corinthians. Motivos para compartilhar essa conquista entre amigos (alguns corintianos) em tom de desconcentração e provocação sadia, mas, novamente, sem qualquer intenção de ofender. Infelizmente, esse momento entre amigos numa rede social, que é extremamente comum entre os profissionais do futebol, tornou-se público, fora de contexto.

Tanto fiz questão de ligar para o jornalista Felipe Garraffa e me desculpar pelo que foi dito no áudio vazado. Respeito muito o trabalho da imprensa. Errar é o do jogo. Acredito que ele errou ao me indagar com informações equivocadas, e eu errei no modo como me referi ao jornalista no áudio. Espero que o Garraffa siga uma bela carreira no jornalismo, profissão tão relevante no país.

Sobre minha postura e meu trabalho, gostaria de enfatizar que procuro fazer com enorme comprometimento e respeito a todos, apesar de todas as dificuldades que a realidade nos impõe. E, quando ganhamos, gostaria ao menos que o trabalho não fosse desvalorizado, pois a luta diária é grande e a cobrança que o futebol nos traz é pesada.

Vagner Mancini.