O handebol de Jundiaí passa por uma intensa reformulação.

Nas equipes femininas, Rita Orsi assumiu a diretoria de rendimento e formação da secretaria de esportes de Jundiaí. Em seu lugar, nas categorias júnior e juvenil, Edlady Oliveira está no comando. Antes ela treinava as categorias cadete e infantil, que agora está nas mãos de Dafne Hardt. Há a expectativa de mais mudanças nos cargos logo após o carnaval. Os treinos já recomeçaram.

Em entrevista ao Torcida Jundiaí, Edlady diz que as competições a serem disputadas ainda não foram definidas, mas a expectativa é que o infantil, cadete e juvenil joguem os campeonatos da federação. A categoria sub-20, que é a principal, deve jogar os campeonatos da LHESP – Liga de Handebol do Estado de São Paulo -, além dos Jogos Regionais.

O elenco ainda vive uma série de indefinições. A equipe vice-campeã da federação na última temporada, tinha apenas oito atletas da categoria. O resto do elenco foi completado com meninas da categoria juvenil. Em crise econômica, o ano de 2017 começou tirando três dessas atletas do elenco, sendo que duas foram para Sorocaba. Ainda há a expectativa de mais duas atletas irem embora. Assim o elenco será formado por três meninas da categoria principal completado com juvenis.

Mesmo com tantos campeonatos em disputa e as indefinições no elenco, o sonho é alto. “Entraremos nas disputas visando sempre o pódio. Temos um trabalho estruturado, consistente e duradouro. Sempre focamos na continuidade e na ascensão das nossas atletas pelas categorias, sempre com muita qualidade”, afirma Edlady.

No masculino

Clóvis Tadeu Pedroso assume o comando técnico e a coordenação da equipe que vai disputar a Liga de Piracicaba, a partir de março. Ele assume no lugar do ex-coordenador Alan Primo e Daniel Setina, ex-treinador.