Galo volta de Americana com um ponto

Paulista

Galo volta de Americana com um ponto

Na estreia do técnico Sérgio Caetano, o Paulista arrancou um empate sem gols com o Rio Branco, no estádio Décio Vitta, em Americana.

Embora estanque uma sequência de três derrotas, o resultado não pode ser considerado bom pelo time jundiaiense, que segue entre os piores do campeonato, cada vez mais afundado na zona de rebaixamento.

Ao final da sétima rodada, o Galo está em 18º lugar, com apenas quatro pontos somados. Primeiro time fora da zona de rebaixamento, o São José dos Campos já tem 10 pontos.

Fechadinho

Estreando no comando do time e tendo a dura missão de interromper uma sequência de resultados negativos, o técnico Sérgio Caetano ‘fechou a casinha’ no primeiro tempo.

Com o time compacto, o Paulista não deu chances ao Rio Branco. Por outro lado, também não criou nada.

Como o meio de campo pouco apresentava e os laterais quase não se apresentavam para o ataque, o Galo praticamente abdicou de qualquer oportunidade nos primeiros 45 minutos.

Já nos minutos finais do primeiro tempo, Rodolfo e Júlio se desentenderam no interior da área tricolor, quando o Rio Branco se preparava para cobrar um arremesso lateral. O árbitro Ricardo Bittencourt da Silva, que já havia distribuído cinco cartões amarelos, não contemporizou e expulsou os dois jogadores.

Só ameça

No começo do segundo tempo, o Paulista chegou com perigo logo no comecinho. Jaílton chutou da entrada da área e obrigou Ronaldo a se esticar para defender.

O troco do Rio Branco não demorou. No minuto seguinte, Thiago Silva arriscou e Iago espalmou.

Com o passar do tempo, o Rio Branco passou a se expor mais, deixando espaços para os contra-ataques. O problema é que o Paulista não tinha qualidade para aproveitar essas brechas. Assim, o jogo se arrastou até o fim sem grandes emoções.

No próximo domingo, o Paulista volta a jogar fora de casa, desta vez diante do Flamengo, em Guarulhos.

________________________________________________________________________________

RIO BRANCO 0: Ronaldo; Mima (Correia), Rafael Rufino (Bruno César), Miranda (Nicolas) e Bismark; Fábio Baiano, Césinha e Tiago Silva; Wellington, Wallace e Júlio. Técnico: João Batista

paulistaPAULISTA 0: Iago; Euzébio, Fabão, Rafael Caldeira e Marcelo Vivela; Fernando Lopes (Dick), Rodolfo, Brendon, Guilherme Pitty (Ingro) e William Dias; Jaílton (Alexandre Vecchio). Técnico: Sergio Caetano

Árbitro: Ricardo Bittencourt da Silva (SP)
Cartões amarelos: Bismarck, Wellington, Miranda, Rufino (RB), Fabão, Brendon, Jaílton, Ingro (P)
Cartões vermelhos: Júlio (RB), Rodolfo (P)
Estádio: Décio Vitta (Americana-SP)


Comente
Subir
X