O respiro na Série A3 do Campeonato Paulista durou pouco. Com duas derrotas consecutivas e na 18º colocação na tabela de classificação, o Paulista joga neste sábado para continuar vivo na competição. A obrigação é vencer o Independente, às 15h, no estádio Jayme Cintra. A equipe de Limeira é a antepenúltima colocada da competição, com apenas sete pontos somados.

Para o confronto decisivo, o técnico técnico Sérgio Caetano resolveu sacar o goleiro Iago da equipe titular, devido as falhas nos últimos jogos. O experiente Stivi estreia na posição. Com 36 anos, Stivione Souza Rodrigues foi contratado na semana passada ao lado do atacante Adelino. O restante da equipe será  a mesma que perdeu para o Desportivo Brasil. Antigos titulares, o lateral-esquerdo Marcelo Vilela e o volante Fernando Lopes que cumpriram suspensão na quarta-feira perderam a posição na equipe titular. O zagueiro Rafael Caldeira continua vetado pelo departamento médico.

Número expressivo
A partida deste sábado será o 100º jogo do Paulista na história da terceira divisão estadual, de acordo com levantamento feito por Ivan Gottardo, historiador e colunista do Torcida Jundiaí.

Em sua quarta participação do Galo na divisão, o Paulista disputou 99 partidas com 36 vitórias, 35 empates e 28 derrotas. O Paulista marcou 148 gols e sofreu 123.

No último confronto com o Independente, o Paulista aplicou a maior goleada da história do confronto, 5 a 0 na penúltima rodada da Série A2 do ano passado e acabou rebaixando o adversário.

Adversário
O Independente é comandado pelo polêmico ex-jogador Piá, 43 anos. Como atleta despontou na Inter de Limeira e passou pelo Santos, Ponte Preta e Corinthians, entre outros.

Ele já vinha trabalhando como técnico da base do clube. Terá sua chance de apagar o passado. Ele foi preso por três vezes acusado de tentativa de furto. Como auxiliar, terá o ex-meia Alexandre, ex-União São João, Santos e São Paulo.

Em campo, o destaque é Felipe Piá, zagueiro que fez o gol da vitória da equipe de Limeira na última rodada – 1 a 0 sobre o Rio Branco.

________________________________________________________________________________


paulistaPAULISTA:
Stive, Euzébio, Gut, Fabão e Douglas; Dick, Brendon, Rafael Branco e Guilherme Pitty; William Dias e Ingro. Técnico: Sergio Caetano

 INDEPENDENTE: Fernando; Murilo, Felipe Piá e Denner e Álvaro; Fabiano, Dieguinho e Daniel; Denis Nunes e Dodô e Weldon. Técnico: Piá

Árbitro: Daniel Carfora Sottile (SP)
Estádio: Jayme Cintra, em Jundiaí – 15h